Seu email foi confirmado com sucesso!

Para ativar a senha de seu email, favor abrir um chamado no CAS informando a chave #.
Em alguns segundos, você será direcionado para a criação de sua assinatura digital.

X

Sua assinatura digital foi criada com sucesso!

Lhe foi enviado um email com a sua assinatura, juntamente com as instruções para a sua utilização.

Unidades Básicas de Saúde gerenciadas pelo CEJAM recebem brincamóveis do Projeto Famílias Que Cuidam

Nem toda criança gosta da ideia de ir à unidade de saúde. Muitas ficam inquietas enquanto esperam por uma consulta, um exame de rotina ou uma vacina, por exemplo. E se as crianças pudessem brincar na sala de espera? O Projeto Famílias Que Cuidam criou os brincamóveis, materiais desenvolvidos especialmente para que crianças de 0 a 6 anos possam brincar em espaços pequenos, como a sala de espera de uma unidade de saúde, de forma lúdica, inclusiva e interativa.

No próximo dia 11 de abril, quinta-feira, três Unidades Básicas de Saúde da Zona Sul de São Paulo receberão os brincamóveis. As entregas ocorrerão nas unidades do Jardim Valquíria (às 9 horas), do Jardim Eledy (às 11 horas) e do Jardim Magdalena (às 15 horas), todas na região do Capão Redondo, em cerimônias com a presença de representantes da Plan International, da Coordenadoria Regional de Saúde Sul e da Supervisão Técnica de Saúde do Campo Limpo, representando a Secretaria Municipal de Saúde, e do CEJAM, que gerencia as unidades.

“O brincamóvel é um instrumento que permite que as famílias brinquem com as crianças, tornando a chegada à UBS mais acolhedora e incentivando a interação lúdica entre adultos e crianças”, diz Andreia Parra, coordenadora do Projeto Famílias Que Cuidam. Além de ser um instrumento para a sala de espera da UBS, o brincamóvel também pode ser utilizado nas oficinas e nos grupos de mães e pais organizados nas unidades, com o objetivo de sensibilizá-los sobre a importância do brincar para o desenvolvimento infantil e ensiná-los formas de brincar livre por meio de vivências.

Cada brincamóvel tem quatro gavetões com brinquedos e atividades agrupados por faixa etária para estimular o desenvolvimento sensorial das crianças de 0 a 6 anos. As caixas e todas as divisórias mostram para a criança onde encontrar os objetos para brincar e como guardá-los, estimulando o compartilhamento de brinquedos entre as crianças.

A colaboradora do CEJAM e gerente da UBS Jardim Valquíria, Eliane Moura, explica que o princípio do brincamóvel é o mesmo do Espaço Criança, que havia antigamente na unidade. “Ele oferece atividades recreativas e educativas para as crianças enquanto os pais aguardam atendimento. Além disso, os equipamentos também serão utilizados em grupos específicos que o NASF (Núcleo de Apoio à Saúde da Família) promove com a participação de crianças”.

Brincar ajuda a criança a conhecer seu corpo, estimula a atenção, a cooperação e o autocontrole, ensina o respeito ao próximo, combate à obesidade e dá aquele ânimo, afastando os momentos de tédio. É tão importante que está previsto na Declaração Universal dos Direitos da Criança, do Unicef, e a cidade de São Paulo estabeleceu como meta no seu Plano Municipal pela Primeira Infância a ampliação de ações sobre a importância do brincar para o desenvolvimento integral da criança.

O Projeto Famílias Que Cuidam é uma iniciativa da organização não-governamental Plan International Brasil com o patrocínio da Nivea e existe desde 2014 para capacitar profissionais das áreas de saúde, assistência social e educação para trabalhar em atividades variadas com as crianças de 0 a 6 anos. A área de atuação está concentrada na Zona Sul da cidade de São Paulo, nos bairros do Capão Redondo, M’Boi Mirim e Grajaú. Mais de 38 mil crianças, familiares e profissionais já foram impactados pelo projeto, que tem a meta de alcançar 55 mil pessoas até o final de 2020. “Ficamos muito felizes em ver que o Projeto Famílias que Cuidam está trazendo resultados concretos nas comunidades onde atua. Cuidar é um de nossos valores e queremos cada vez mais oferecer oportunidades para a primeira infância, atuando sempre em linha com nossa plataforma global de sustentabilidade”, destaca Igor Oliveira, gerente de Sustentabilidade da Nivea.

 

Informações:

11 de abril, quinta-feira

9 horas - UBS Jardim Valquíria - Av. Carlos Lacerda, 3093 - Pirajussara, São Paulo - SP

11 horas - UBS Jardim Eledy - R. Sebastião Advíncula da Cunha, 470 - Jardim Eledy, São Paulo - SP

15 horas - UBS Jardim Magdalena - R. Vitoriano Palhares, 221 - Capão Redondo, São Paulo - SP

 

Sobre a Plan International

A Plan International é uma organização humanitária, não-governamental e sem fins lucrativos que promove os direitos das crianças e a igualdade para as meninas. Acreditamos no potencial de todas as crianças, mas sabemos que isso é muitas vezes reprimido por questões como pobreza, violência, exclusão e discriminação. E as meninas são as maiores afetadas. Trabalhando em conjunto com uma rede de parcerias, enfrentamos as causas dos desafios de meninas e crianças em situação vulnerável. Impulsionamos mudanças na prática e na política nos níveis local, nacional e global, utilizando o nosso alcance, a nossa experiência e o nosso conhecimento. Construímos parcerias poderosas há mais de 80 anos e que se encontram hoje ativas em mais de 70 países.

 

Sobre a Plan International Brasil

A Plan International chegou ao Brasil em 1997. Desde então, se dedica a garantir os direitos e promover o protagonismo das crianças, adolescentes e jovens, especialmente meninas, por meio de seus projetos, programas e ações de incidência e de mobilização social. Tem também viabilizado condições de subsistência em comunidades que sequer tinham acesso a recursos essenciais, como a água. Implementamos projetos no Maranhão, no Piauí, na Bahia e em São Paulo. Nossas estratégias, atuando em rede com outras organizações do terceiro setor e movimentos sociais, têm pautado as demandas das meninas em novos espaços do Legislativo, Executivo e na sociedade civil, alcançando todo o território nacional. A Plan International Brasil foi eleita como uma das 100 melhores ONGs do Brasil em 2017 e 2018 pelo “Melhores ONGs – Instituto Doar/Rede Filantropia”. Mais informações: www.plan.org.br

 

Plano Municipal pela Primeira Infância

Instituído pelo DECRETO nº 58.514, de 14 de novembro de 2018, o Plano Municipal pela Primeira Infância (PMPI) 2018-2030 estabelece as bases que nortearão as ações necessárias para proporcionar uma primeira infância plena, estimulante e saudável para as crianças no Município, principalmente para as mais vulneráveis, por meio da definição de eixos estratégicos e metas.

O PMPI está estruturado em quatro eixos estratégicos: garantir as condições para a articulação intersetorial dos programas, projetos e ações para o atendimento integral na primeira infância; garantir a todas as crianças na primeira infância educação, cuidados e estímulos que contribuam para o seu desenvolvimento integral; garantir a proteção e dar condições para o exercício dos direitos e da cidadania na primeira infância; e garantir o direito à vida, à saúde e à boa nutrição a gestantes e crianças na primeira infância.

Para saber mais, acesse:

https://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/upload/Plano_Municipal_pela_Primeira_Infancia.pdf


Data de Publicação: 11/04/2019

Fonte: Assessoria de Comunicação CEJAM/Plan International/Coordenação Regional de Saúde Sul