Seu email foi confirmado com sucesso!

Para ativar a senha de seu email, favor abrir um chamado no CAS informando a chave #.
Em alguns segundos, você será direcionado para a criação de sua assinatura digital.

X

Sua assinatura digital foi criada com sucesso!

Lhe foi enviado um email com a sua assinatura, juntamente com as instruções para a sua utilização.

UBS Integral Vera Cruz realiza baile de máscaras para os idosos acompanhados pelo PAI

Na última sexta-feira (27/02), a UBS Integral Vera Cruz (M’Boi Mirim), encerrou a programação de Carnaval da região Sul com um Baile de Máscaras. A festa, que também teve o intuito de celebrar o Dia do Idoso, reuniu cerca de 40 idosos e mais 15 colaboradores do Programa de Acompanhamento de Idosos (PAI). 

Toda a decoração foi produzida pelos próprios idosos durante as oficinas e atividades semanais desenvolvidas na UBS. Além disso, o baile foi animado por marchinhas de Carnaval e café da tarde com produtos doados por comerciantes da região. 

Segundo Alexandra Nogueira Marques, gerente da unidade, a ação teve como foco promover a reinserção do idoso no convívio social. “Muitos ficam isolados em casa e, aqui, buscamos dar momentos de lazer para reinseri-los no convívio social”, disse Alexandra.

Joaquim Freitas, de 74 anos, foi um dos que participou da festa e das oficinas para a confecção das máscaras realizadas pela Terapeuta Ocupacional Gabriela Prado.""Gostei muito de ter participado. Quando acontecer outra festa, estarei lá. Se pudesse, iria todo dia nestas festas"", afirmou.

PAI integra e socializa vida do idoso

Para promover a integração entre os idosos e a socialização na comunidade, o Programa de Acompanhamento de Idosos (PAI) realiza festas, como o Baile de Máscaras, durante o ano todo.

Desenvolvido pela Secretaria Municipal de Saúde, o PAI busca reforçar a autonomia e a independência dos participantes como parte do processo de melhoria da qualidade de vida e saúde. Para isto, são desenvolvidas ações de cuidado domiciliar e oferecido apoio para as atividades diárias da população com dependência funcional, por causa de problemas de saúde física e mental.

Pelo programa, uma equipe multiprofissional realiza visitas, auxilia os idosos em suas atividades, leva um idoso a uma consulta, organiza os remédios e orienta atividades físicas a fim de proporcionar bem-estar e identificar as dificuldades de cada idoso.

A assistente social da UBS Integral Vera Cruz, Sandra Leite, de 46 anos, explicou como funciona o PAI. “O programa assiste, aqui na unidade, pouco mais de 140 idosos. A meta é alcançar 200 até o fim do ano. Cada acompanhante cuida de 15 idosos, cada um com sua especificação. A assistência social, por exemplo, é capacitada pra intervir nas causas sociais: as demandas, um beneficio, a questão da vulnerabilidade ou a violência que acontece com os idosos, enfim, toda intervenção dentro de um papel no serviço social, inclusive na questão jurídica, é assistida aqui no programa”.

Zacarias Silvério do Nascimento, de 76 anos, um dos idosos acompanhados pelo programa aprovou o atendimento: “É muito bem feito e minha esposa também é beneficiada. Tudo que procuro aqui eu acho. É tudo de bom! Estava com operação para fazer, de hérnia, e eles me ajudaram e me direcionaram. Só tenho a agradecer”, afirmou Nascimento.

Alexandra conta que o PAI vem mudando a relação família e unidade. “Começamos o programa há um ano e meio, e muitos idosos já conversam entre si fora do ambiente da UBS. Algumas famílias ficaram amigas, mas isso é algo que está só começando. Procuramos sempre fazer essas ações de integração dos idosos pelo menos uma vez por mês. Temos um carro especifico do programa, que faz o transporte dos idosos da residência para a unidade. As famílias que tem disponibilidade de horários também vêm, mas, em alguns casos, quando o idoso fica isolado, a gente conta com o apoio do carro” completou. 


Data de Publicação: 09/03/2015

Fonte: Felipe Aires para o Portal da Prefeitura de São Paulo